Alimente o seu cérebro

Alimente o seu cérebro

Para a ciência o cérebro é o órgão mais misterioso e menos compreendido no corpo humano. Apesar de muito já se conhecer sobre este tema, há ainda muito mais por descobrir.

O cérebro é a maior e mais evidente estrutura do encéfalo, constituindo cerca de 80% da massa total deste.

Funciona por impulsos elétricos que se traduzem em reações químicas. Os químicos que operam no cérebro são os neurotransmissores como o GABA, a serotonina e a dopamina, por exemplo. Quando se atravessa estados de cansaço, fadiga ou até esgotamento, alguns destes neurotransmissores podem estar comprometidos.

Através de uma alimentação funcional direcionada para a produção de neurotransmissores, grande parte desta sensação de esgotamento desaparecerá. Esta deve então ser composta por alimentos ricos em vitaminas lipossolúveis (A e E), omêga-3 e minerais como o cálcio, potássio, magnésio, ferro, cobre, zinco e selénio, tais como:

  • Frutos secos (sem sal)
  • Peixes gordos (sempre a acompanhar com coentros para eliminação de metais pesados!)
  • Fruta fresca
  • Leguminosas, como as lentilhas, grão e feijão
  • Legumes (alternando em crus e cozinhados)
  • Água de cocô
  • Bagas de Goji
  • Cacau Cru

Não só se deverão introduzir estes alimentos como também eliminar outros que contribuem para a depressão da função cerebral como os açúcares, alimentos com glúten, gomas, pastilhas elásticas, refrigerantes e sumos não naturais e alimentos processados.

O estilo de vida de facto conta. E conta muito!

Como tal, para além das medidas alimentares sugeridas propomos também:

– Exercício físico frequente e prazeroso

– Sono reparador, com recolha entre as 22h e as 23h no máximo

– Meditação e/ou técnicas de relaxamento e contacto com a natureza

Naturopata Cátia Antunes

Veja também

Cascais Clinical Center © 2021, Todos os direitos reservados
Marcar Consulta
Marque Online a sua consulta
ou ligue
+351 21 441 45 76